Compartilhar
Últimas guias

Depois de muitas tentativas batendo na trave, finalmente a equipe da B4 consegue tirar a hegemonia da FURIA dentro do território nacional de Counter-Strike: Global Offensive. O título da Gamers Club Masters Feminina VI foi muito comemorado pelas jogadoras e torcedores. Nós da Esports.net temos as melhores notícias CS:GO, além de uma cobertura completa de todas as competições, confira como foram as partidas da competição.

Divulgação/B4

Caminho até a grande final!

A FURIA começou sua trajetória nas semifinais da Upper Bracket contra a equipe da MIBR. A partida foi muito disputada, conseguindo reverter uma desvantagem para fechar a partida em 16×12. Com essa vitória, a equipe enfrentou a B4 na final da Upper Bracket, e sem dificuldades venceu por 16×1 no mapa Overpass, avançando até a grande final.

A trajetória da B4 foi um pouco mais dura, a equipe enfrentou a EndGame na sua estreia no mapa Inferno, vencendo por 16×5. Nas semifinais da Upper Bracket, a equipe desbancou a Black Dragons por 16×17 no mapa Nuke. Como vimos acima, o confronto contra a FURIA foi muito complicado, perdendo por 16×1 e caindo para a Lower Bracket. Nessa fase de tudo ou nada, a equipe enfrentou o MIBR numa melhor de três, conseguindo a vitória por 2 a 0, com 16×4 na Dust2 e 16×12 na Nuke.

A grande final!

Com ótimas odds CS:GO, a grande final começou com o mapa Dust2, escolha da B4. A FURIA teve um bom começo do lado CT, vencendo o pistol round e emplacando rounds importantes para vencer a primeira metade por 10×5. Na segunda metade, a B4 venceu o pistol round e esboçou uma pequena reação, mas não foi o suficiente, vitória da FURIA por 16×8 e 1 a 0 na série.

Vertigo foi o mapa de escolha da FURIA. Mesmo começando do lado TR, a equipe começou com tudo na partida, porém, a B4 conseguiu reagir no final da primeira metade para conseguir virar a partida e fechar em 8×7. Na segunda metade, o grande destaque foi Nadjila “poppins” Sanchez Rodrigues que comandou a equipe no pistol round e em uma ótima sequência de rounds para vencer a partida em 16×10 e empatar a série.

Tudo foi decidido na Ancient, com a B4 começando com tudo do lado CT, emplacando 8×1 no começo da partida. A FURIA conseguiu vencer alguns rounds ao final da primeira metade para finalizar na desvantagem mínima de 8×7. Na segunda metade, a B4 venceu o pistol round e deixou a vida da FURIA complicada, ao final, novamente a B4 contou com uma grande atuação de Nadjila “poppins” Sanchez Rodrigues que somou 28 eliminações e comandou a equipe para fechar em 16×11, 2 a 1 na série e sagrou-se campeã da Gamers Club Masters Feminina VI!