Compartilhar
Últimas guias

O mercado de esports, em franca expansão, tem realizado seus campeonatos globais em diversas cidades pelo mundo, e algumas delas valem a nossa atenção.

Com a intenção de atrair, através das competições, os jovens turistas, locais como Reykjavik, na Islândia e Naxxar em Malta investiram grandiosamente para se tornarem sede de torneios de prestígio.

A partir de agora, conheça algumas destas cidades que fogem do roteiro do turismo tradicional e veja o que elas oferecem.

Naxxar (Malta)

O pequeno arquipélago de 443 mil habitantes, banhado pelo mar Mediterrâneo, é o palco de campeonatos do jogo Counter-Strike: Global Offensive há alguns anos. Depois da ESL Pro League Season 16 2022 em Naxxar, Malta firmou um contrato com a ESL para ser a sede do ESL Pro League pelos próximos 3 anos.

O Salini Resort foi o local escolhido para o ESL Pro League Season 16 — um local onde não existe a menor chance dos turistas reclamarem da vista. Na ocasião, a Vitality foi a equipe campeã e levou US$ 200 mil da premiação total de US$ 835 mil.

Naxxar, em Malta.

Reykjavik (Islândia)

A capital da pequena Islândia foi crucial para o retorno dos campeonatos presenciais após a pandemia. O pequeno impacto causado pelo vírus da Covid-19 na cidade com menos de 200 mil habitantes fez de Reykjavik sede dos torneios mundiais da Riot nos últimos 2 anos.

O Valorant Champions 2021 Islândia, Valorant Masters 2022 Islândia e o Mid-Season Invitational 2021 do jogo League of Legends aconteceram nesta bela ilha, que fica isolada ao norte do Oceano Atlântico. Por lá é possível ver um dos mais lindos fenômenos naturais da Terra, a aurora boreal.

Aurora boreal vista da cidade de Reykjavik, capital da Islândia.

Gävle (Suécia)

Também escolhida por ser um local onde o impacto da Covid-19 foi pequeno, a gelada Gävle, cidade próxima a Estocolmo, sediou o Six Sweden Major 2021 do jogo Rainbow Six. Conforme o calendário da Ubisoft, o evento deveria acontecer na Ásia, mas a pequena cidade sueca não deixou a desejar e deu conta da grandiosidade da competição.

O pequeno arquipélago coberto por florestas, com a costa banhada pelo Mar Báltico, assistiu uma dobradinha brazuca: a FaZe Clan derrotou a equipe Ninjas in Pyjamas e levou US$ 200 mil do prêmio total de US$ 500 mil.

Inverno na cidade de Gavle, na Suécia.

Genting Highlands (Malásia)

A cidade, que fica a 1.800 metros de altura no centro peninsular da Malásia, foi construída especialmente para promover o turismo através de seus resorts, cassinos e parques temáticos.

A Arena of Stars de Genting Highlands foi palco do ESL One Genting 2018, e viu a equipe chinesa Newbee se consagrar campeã, levando o troféu e o prêmio de US$ 160 mil para a casa. Na época, o evento distribuiu uma das maiores premiações do Minors de Dota 2, com um total de US$ 400 mil.

Incrível visão panorâmica da cidade de Genting Highlands, na Malásia.
Leia também: melhores mercados de apostas em esports.