Publicidade
ad
Compartilhar
Últimos guias
Publicidade
ad

Chegamos ao fim do qualificatório da América do Sul para o RMR da BLAST.tv Paris Major 2023 de Counter-Strike: Global Offensive. Foram 16 equipes que disputaram um formato suíço na busca pela classificação, as sete melhores equipes ficaram com a vaga para disputar o RMR presencial do próximo Major de CS:GO Esports! Nós da Esports.net separamos um guia completo de como as equipes classificadas se saíram na competição, confira!

Divulgação/00NATION

BESTIA e Imperial com 3-0

A recente equipe formada pelos argentinos, BESTIA, estreou na competição contra os brasileiros do O PLANO, e conseguiram uma boa vitória no mapa Mirage, vencendo por 16×10. Na decisão pela vaga contra o Fuscão 1500, mais uma vitória no mapa Inferno, desta vez por 16×7. Na partida decisiva do 2-0 contra os brasileiros da ODDIK, a equipe conseguiu vencer por 2 a 0, com 16×12 na Anubis e 16×11 na Overpass, garantindo a sua classificação com 3-0 no placar.

A segunda equipe classificada com o 3-0 foi a Imperial, que estreou muito bem na competição contra a INTZ, vencendo por 16×9 na Mirage. Depois disso, na segunda rodada, a RED Canids cruzou o caminho da Imperial, e o resultado foi 16×8 no mapa Inferno. A decisão da vaga veio contra o Fluxo, onde as apostas CS:GO apontavam muito equilíbrio nas odds, porém, a Imperial não teve problemas para fechar em 2 a 0, com 16×11 na Overpass e 16×9 na Vertigo.

No 3-1, Fluxo Flamengo e Paquetá também classificam!

Antes da derrota para a Imperial no jogo decisivo, o Fluxo veio de duas grandes vitórias, 16×9 contra a Paquetá no mapa Vertigo e 16×3 também no mapa Vertigo contra o Flamengo. A segunda chance de classificação veio na melhor de três contra a 9z, e a equipe conseguiu ter uma grande performance. No mapa Inferno, venceram por 16×4 sem sustos, já na Mirage não deram chances para a 9z, vencendo por 16×11 e garantindo a classificação!

O Flamengo estreou muito bem contra a 00NATION, vencendo no detalhe o mapa Mirage por 16×14. Depois disso, foi facilmente dominado pelo Fluxo na Vertigo, com um 16×3 no placar. A recuperação veio contra o Corinthians, vitória na Mirage por 16×8. Contra o Fuscão 1500, a melhor de três foi favorável para os rubro negros, que venceram por 2 a 0, com 16×12 na Mirage e 16×6 na Anubis.

Por fim, a Paquetá teve uma estreia difícil contra o Fluxo, perdendo de 16×9 na Vertigo, porém, conseguiu se recuperar muito bem e venceu as outras duas melhores de um, 19×17 contra a 00NATION e 16×9 contra a RED Canids. Na partida decisiva contra a ODDIK, a equipe começou a série perdendo a Overpass por 16×14, mas com muita calma e cabeça no lugar, venceram a Anubis por 16×14 e a Inferno por 16×12.

Fuscão 1500 e 00NATION com 3-2!

A sensação da competição, o Fuscão 1500 sofreu duas derrotas para a BESTIA e Flamengo, conseguindo vencer a ARCTIC por 16×12 e O PLANO por 19×15. Na decisão contra o Corinthians, a equipe não tomou conhecimento e venceu por 2 a 0, com 16×14 na Vertigo e 16×11 na Overpass.

A última equipe classificada foi a 00NATION, que estreou com duas derrotas contra o Flamengo e Paquetá, porém, conseguiu se recuperar vencendo as duas series por 2 a 0, contra a ARCTIC e INTZ, sendo que na partida contra O PLANO, venceram por 2 a 1. Na partida decisiva contra a 9z, mais uma vitória e desta vez foi 2 a 0, garantindo a classificação!