Compartilhar
Últimas guias

Nas últimas horas a equipe do MIBR anunciou algumas mudanças em relação ao calendário e competições para 2023. Além disso, a organização também sofreu uma baixa no time feminino e uma contratação na equipe masculina. Essa e outras notícias CS:GO você confere aqui na Esports.net!

Marcos “Tacitus” Castilho na comissão técnica!

Após rescindir o seu contrato com a FURIA, o analista e coach Marcos “Tacitus” Castilho fechou seu contrato com o MIBR. Ele integrará a comissão técnica da equipe masculina, juntamente com Bruno “bit” Lima e Renato “nak” Nakano. A negociação ainda está em andamento, não foi concretizada, mas ao que tudo indica será acertada nos próximos dias. A equipe começa 2023 com algumas pendências, pois Jhonatan “JOTA” Willian irá para a Imperial e até agora não foi informado qual será o jogador substituto.

O analista e treinador esteve defendendo as cores da FURIA por 1 ano e meio, desde junho de 2021. Ele foi braço direito do treinador Nicholas “guerri” Nogueira, assumindo o papel de treinador em campeonatos onde guerri estava ausente, banido pela ESIC em campeonatos da Valve. Ele auxiliou a equipe em diversos campeonatos, como a PGL Major Stockholm, RMR para o Major Antwerp e IEM Rio Major.

Divulgação/PGL

Troca na lineup feminina

Uma troca envolvendo o MIBR e a W7M foi oficializada nessas últimas horas. O MIBR estará liberando a jogadora Beatriz “hera” Silva para a W7M, e receberá a jogadora Isadora “yodinha2k” Zago para seu lugar. A W7M vinha sondando a jogadora do MIBR desde o começo de 2022, porém, agora com o interesse de ambas as partes o negócio foi fechado. No final de 2022, o MIBR jogou com duas completes os qualifiers para a ESL Impact Katowice, Regiane “regiane” Santos e Juliana “ujliana” Scaglioni. Agora com a chegada de Isadora “yodinha2k” Zago, espera-se que ela fique com uma dessas vagas e a organização busque a quinta jogadora.

2023 na América do Norte

A organização estava com uma pulga atrás da orelha em relação em qual região iriam competir. A confirmação veio nas últimas horas, quando a equipe confirmou que irá disputar as competições na América do Norte, já se garantindo automaticamente na ESL Challenger League. A organização acredita que o continente é mais atrativo devido a familiaridade da equipe com a região e também a possibilidade de classificação para a ESL Pro League via disputa da ESL Challenger League, competição na qual venceu duas vezes em 2022.

O vice-presidente da ESL FACEIT, Ulrich Schulze afirmou que se a equipe ficasse na América do Sul no ano de 2023, não seria possível jogar a ECL, porém, se fossem para a América do Norte, isso seria possível. Campeões das Season 40 e 43 da ECL, o MIBR busca somar mais pontos neste ano para garantir vaga na ESL Pro League de CS:GO Esports. O primeiro compromisso da equipe neste ano de 2023 é a EPL Conference Season 17, neste mes de janeiro.

Ainda sobre campeonatos em 2023, a organização se garantiu para as finais da CCT Central Europe, classificando via ranking. Entre 16 e 19 de fevereiro a competição irá pagar US$ 100 mil em premiação. Além do MIBR, Copenhagen Flames e ForZe também se classificaram para as finais presenciais.