Publicidade
ad
Compartilhar
Últimos guias
Publicidade
ad

A equipe brasileira do Fluxo vem mostrando grandes resultados dentro da América do Sul desde sua criação. Após ficar de fora do RMR das Américas do IEM Rio Major 2022, a equipe vem conquistando diversos campeonatos pelo continente, entre eles está o título do CCT South America Season 2, após conquistar a Season 1 em cima da paiN Gaming na grande final, confira como foram os playoffs da competição!

Divulgação/Fluxo

Campanhas de Fluxo e Paquetá

O Fluxo estreou na competição nos playoffs, sendo uma das equipes convidadas. Na estreia contra a equipe da Arvum, a equipe venceu por W.O, avançando para as quartas de finais, onde enfrentou a equipe do Corinthians. Em uma melhor de três muito disputada, o Fluxo conseguiu a vitória por 2 a 1, perdendo o mapa Inferno por 16×11 mas conseguindo vencer Dust2 e Nuke por 16×10 e 16×9, respectivamente.

Na semifinal contra a Isurus, mais uma série disputada com 3 mapas, sendo que a Isurus venceu o mapa Mirage por 16×12, porém, uma ótima recuperação do Fluxo em dois ótimos mapas foi crucial para a vitória, 16×7 na Dust2 e 16×4 na Nuke. Com a vitória, a equipe avançou até a grande final da competição.

A Paquetá também foi uma das equipes convidadas para a competição, estreando contra a FURIA Academy, onde não teve dificuldades para vencer com 2 a 0, 16×11 na Overpass e 16×9 na Mirage. A equipe desbancou também a ODDIK por 2 a 0, com 16×11 na Mirage e 16×9 na Inferno, avançando para a semifinal onde enfrentou a Sharks. E também por 2 a 0, 16×12 na Dust2 e 19×17 na Mirage, a equipe garantiu a vaga para a grande final!

Bicampeonato do Fluxo

Como vimos, a Paquetá venceu três partidas melhores de três com “facilidade”, sem perder nenhum mapa. Porém, a grande final foi bem diferente do que a equipe vinha enfrentando. Nuke foi o primeiro mapa, escolha do Fluxo, que começando do lado TR encontrou dificuldades para entrar no forte lado CT da equipe da Paquetá, que conseguiu terminar a primeira metade na vantagem de 10×5. Porém, isso se inverteu na segunda metade, com o Fluxo perdendo apenas um round do lado CT, vencendo a partida em 16×11 e abrindo 1 a 0 na série!

O segundo mapa da disputa foi Mirage, escolha da Paquetá. O Fluxo começando do lado CT venceu o pistol round e emplacou alguns rounds em sequência, deixando os adversários com a economia comprometida em diversas situações da primeira metade, fechando em 9×6 na vantagem. Do lado TR, a equipe venceu o pistol round novamente e foi deixando a situação da Paquetá bem delicada, que tentou se recuperar vencendo alguns rounds, mas não foi o suficiente, vitória do Fluxo por 16×14, 2 a 0 na série, e título do CCT South America Season 2 de CS:GO Esports!