Compartilhar
Últimas guias

Mais uma grande competição marcou o cenário competitivo feminino de Counter-Strike: Global Offensive, a quinta edição da Gamers Club Masters. Nesta edição, tivemos a participação de 6 equipes, INDEPENDENCE E-Sports, Black Dragons Fe, W7M Esports, MIBR, B4 Esports e FURIA.

furia-fem
Divulgação/FURIA

Foram três dias de intensas partidas presenciais, contando com uma grande audiência, visto que o cenário feminino de CS:GO esports está ganhando força no Brasil. Nós da Esports.net preparamos um guia completo com informações da competição.

O caminho de FURIA e MIBR até a grande final!

A FURIA teve a vantagem de começar a competição já na segunda fase, estreando contra a W7M, que venceu a Black Dragons na fase inicial da competição. A partida foi tranquila para a equipe da FURIA na Dust2, na primeira metade, conseguiram ter uma vantagem de 14×1 do lado CT, não tendo dificuldades para fechar em 16×2 e estrear com o pé direito.

Já valendo vaga na grande final, a equipe da FURIA enfrentou o MIBR na Mirage, e novamente, teve uma primeira metade bem elástica, vencendo por 13×2, deixando a partida encaminhada. Na segunda metade, o MIBR não conseguiu reverter a desvantagem, finalizando a partida em 16×6.

Para chegar até o confronto que valia vaga na grande final, o MIBR em sua estreia venceu a INDEPENDENCE, após estar perdendo por 9×6 ao fim da primeira metade na Vertigo, a equipe no lado CT conseguiu reagir e vencer a partida por 16×12.

Na segunda fase, enfrentou a B4 Esports na Dust 2, construindo um bom resultado na primeira metade em 11×4, na segunda metade, sem sustos, o 16×9 veio e a vitória na segunda partida também. A derrota para a FURIA fez com que a equipe fosse para a Chave Lower, contra a B4 novamente. Com duas partidas equilibradas, o MIBR vence por 2 a 0 e classifica para a grande final, 16×12 na Nuke e 19×17 na Vertigo.

2 a 0 na grande final!

A grande final prometia muito, as duas equipes já haviam se enfrentado nas fases iniciais e a FURIA levou a melhor por 16×6 na melhor de um. Na decisão, Vertigo, Nuke e Overpass foram os mapas escolhidos. No primeiro mapa, Vertigo, escolha do MIBR, a equipe da FURIA começou do lado CT e mesmo perdendo o pistol round, conseguiu ter uma grande vantagem ao fim da primeira metade, finalizando em 11×4. Na segunda metade, o pistol round foi vencido e assim a partida foi finalizada em 16×4.

O segundo mapa foi Nuke, escolha da FURIA, que mesmo do lado TR, mostrou muita calma em determinados rounds da partida para que a vantagem em 8×7 fosse construída ao fim da primeira metade. Na segunda metade de CT, a equipe contou com a Gabriela “GaBi” Maldonado que estava inspirada, garantindo 32 eliminações para vencer a partida em 16×8, 2 a 0 na grande final e conquistar o título da competição.

Por fim, a atleta Izabella “izaa” Galle foi eleita a melhor jogadora da Gamers Club Masters Feminina V.