Publicidade
ad
Compartilhar
Últimos guias
Publicidade
ad

O RMR da Europa foi uma amostra do que esta chegando no Rio de Janeiro. Recheada de grandes momentos, o evento foi o pontapé inicial para as 16 equipes na IEM Major Rio 2022. A região é competitiva, e deixou para trás duas grandes organizações do cenário de eSports.

Acontecimentos do RMR da Europa

Neste domingo (09), o RMR da Europa terminou em grande estilo, trazendo as 16 melhores equipes do cenário europeu para Cidade Maravilhosa. Alguns resultados foram para lá de inesperados, mas isso certamente faz parte do brilho chamado Road to Rio. Antes de tudo, devemos mencionar o resultado incrível que a Fnatic produziu neste campeonato. Em maio deste ano, a equipe estava desfalcada após a saída de “Brollan”, que foi para NIP.

Se isso não foi suficiente, “Poison” e “Alex” retornaram para o banco logo após, deixando a equipe com dois jogadores titulares. Uma restruturação era necessária, e ela chegou nos reforços da Copenhagen Flames, e uma aquisição da ECSTATIC. Isso foi o bastante para trazer o bicampeão mundial, Freddy “Krims” Johansson, de volta ao Major, depois de ficar 4 anos fora do maior campeonato de Counter-Strike.

Do modo geral, a parte de cima do evento foi a mesma que acompanhamos nos últimos meses. Os atuais líderes dos rankings mundiais, NaVIFaZe Clan, foram os campeões em seus respectivos grupos, não precisando jogar a fase de entrada na IEM Major Rio. Além de ter um número mais alto de vagas, a Europa dispõe de quatro passagens como Legends, para os dois grupos que participam da competição. Falando deles, vamos para o B, onde Dzhami “Jame” Ali viu sua equipe entrar na zona de risco ao perder para NaVI e OG. Ficando 3-2 nos resultados gerais, a Outsiders buscou a ultima vaga da região vencendo da Falcons, no quinto e ultimo dia de campeonato.

G2 e Astralis fora do Major

Como todos sabem, a Europa é dura, e não contaremos com duas organizações grandíssimas no cenário de eSports para IEM Major Rio. Começando as coisas, a G2 não conseguiu a classificação após perder para Cloud9, 1Win e Team Gamer Legion, durante os 4 dias que a organização participou. Sendo considerada uma das melhores composições do CS:GO, a eliminação foi uma surpresa, levando Nikola “NiKo” Kovač a revelar que estes serão alguns dos meses mais difíceis na carreira. No entanto, o jogador comentou que este não será o fim, ao mesmo tempo, elogiou a participação do elenco do Last Dance – ambos os lados, torcendo para que os heróis brasileiros conseguissem a vaga no Rio de Janeiro. Dito e feito.

Por fim, uma das equipes mais condecoradas da história do CS:GO, também foi eliminada do qualificatório. Apesar de contar com 2 veteranos da Astralis, “Xyp9x” e “gla1ve”, a organização ficou curta na classificação, ficando 3-1 nos resultados gerais. Desde 2020, a equipe não emplaca o primeiro lugar nos campeonatos, ficando longe dos feitos que eles já realizaram. Em resumo, este foi um breve giro do RMR da Europa. Acompanhe todas as notícias de eSports, e até mais.