Compartilhar
Últimas guias

O segundo dia de IEM Dallas de Counter-Strike: Global Offensive foi marcado pela eliminação da equipe brasileira da Imperial. Por outro lado, a FURIA conseguiu a classificação para a final Upper do Grupo B da competição. O MIBR não conseguiu vencer os alemães da BIG e conheceu sua primeira derrota na competição.

furia dallas
Divulgação/ESL

Os melhores sites de apostas CS:GO estavam com ótimas odds para esse segundo dia de IEM Dallas. Espera-se que para os playoffs, mercados interessantes surjam para os apostadores fazerem suas apostas.

Desempenho abaixo do esperado da Imperial

Após estrear com derrota para a FURIA na estreia do IEM Dallas de CS:GO, a Imperial enfrentou a Team Liquid valendo a vida na competição. Os mapas escolhidos foram Overpass, Vertigo, e caso necessário, as equipes iriam decidir tudo na Mirage, o que não aconteceu.

Overpass foi o mapa escolhido pela Imperial. Começando do lado terrorista, a equipe não conseguiu ter um bom desempenho, terminando em desvantagem por 11×4. A segunda metade foi marcada por um certo equilíbrio, porém, as trocas de round não foram positivas para a Imperial, que viu a Team Liquid fechar em 16×9 e abrir 1 a 0 na série.

O segundo mapa foi Vertigo, agora, a Imperial começando do lado contra terrorista não conseguiu parar o ritmo forte da Team Liquid na primeira metade, viu o resultado se repetir em 11×4. Da mesma maneira que foi Overpass, rounds trocados decretaram a derrota por 16×9 e 2 a 0 na série, dando adeus a competição.

Vitórias da FURIA e tropeço do MIBR

A FURIA foi a segunda equipe brasileira a entrar nos servidores. Enfrentou a Cloud9 na semifinal do chave Upper. O primeiro mapa foi Vertigo, pick da FURIA. Começando do lado CT, a equipe conseguiu fazer uma primeira metade muito consistente, fechando em 10×5. A segunda metade começou com o pistol round vencido pelos brasileiros, uma pequena reação da Cloud9, porém, não foi o suficiente. Rafael “saffee” Costa foi o grande destaque, fechando a vitória por 16×9.

O segundo mapa foi Mirage, escolha da Cloud9. Com uma primeira metade marcada por muito equilíbrio, a equipe brasileira conseguiu somar 8 rounds de TR e ficar na vantagem. Com uma atuação impecável de Yuri “yuurih” Santos, a FURIA emplacou 4 rounds em sequência e conseguiu controlar a partida, fechando em 16×13 e garantindo o 2 a 0.

O MIBR por outro lado não conseguiu avançar para a final do Grupo B. No primeiro mapa contra a BIG, Mirage, ficou com 7 match points para fechar e não conseguiu. Viu sua ótima primeira metade de 10×5 se repetir para os alemães, e na prorrogação sair derrotada por 22 a 18.

Em seu mapa de escolha, Nuke, nada dava certo. Começando do lado TR a equipe não conseguiu ter um bom rendimento, virando a metade da partida perdendo de 11×4. Vencendo o pistol round da segunda metade, a BIG conseguiu emplacar 5 rounds em sequência e fechou a série em 2 a 0.

Os resultados deste primeiro dia ficaram assim:

Com isso, o terceiro dia de competição terá as seguintes partidas: