Compartilhar
Últimas guias

Lelis está de volta à Quincy Crew. O jogador havia defendido a equipe entre o começo de 2020 e o final de 2021. Após a saída, Lelis defendeu a Alliance entre fim de 2021 e o começo de 2022. Depois de alguns meses fora do circuito internacional, o jogador brasileiro defenderá a equipe norte-americana.

Rodrigo “Lelis” Santos também conhecido como Leslão é um dos jogadores de Dota 2 mais importantes e internacionalmente reconhecidos do Brasil. Sua carreira internacional no Dota 2 começou em 2015. Mas foi apenas em 2017 que o jogador começou a alcançar resultados expressivos.

Durante seus anos de atividades no Dota 2 esports, Leslão já defendeu 10 equipes. Algumas delas com renome nacional e internacional. Nesse campo, podem ser citadas a NiP, paiN, SG, Alliance a própria Quincy Crew. Com a volta de Lelis, a equipe norte-americana espera conseguir bons resultados no DPC e garantir uma vaga no próximo The International.

Além de Lelis, a Quincy Crew anunciou a volta de Arif “MSS” Anwar. O último também havia defendido a equipe entre 2020 e 2021. Junto com essas voltas, a equipe anunciou a contratação de Adrian “Fata” Trinks. Com os retornos e a nova contração, a equipe agora é formada por Yawar “Yawar” Hassan, Quinn “Quinn” Callahan, Rodrigo “Leslão” Santos, Arif “MSS” Anwar e Adriana “Fata” Trinks.

Os retornos de Leslão e MSS marcam a reunião do quarteto que atuou no último The International. Naquela ocasião, Lelis, MSS, Quinn e Yawar eram companheiros de SVG. A equipe não conseguiu um bom resultado no campeonato e, por isso, o time passou por uma reformulação.

Na última temporada, a Quincy Crew não conseguiu se classificar para o Major de Stockholm e perdeu para seus rivais nas finais regionais do DPC. Os últimos resultados no DPC e a rivalidade com outras fortes equipes do cenário norte-americano, como TSM e Evil Geniuses, fez com que a direção resolvesse trazer de volta jogadores experientes.

Leia também: melhores sites de apostas em esports no Brasil.

Para Lelis, o resultado significa a possibilidade de representar mais uma vez o Brasil no torneio de esports mais importante do mundo. Na sua última aparição, com a Quincy Crew, o jogador brasileiro apresentou um bom nível e ajudou a equipe a conseguir algumas vitórias.

Agora, com a equipe reestruturada, porém recheada de jogadores conhecidos e experientes, a Quincy Crew deve objetivar se classificar para o The International e melhorar sua posição. Caso consiga passar para os playoffs, a equipe alcançará seu melhor resultado nos últimos anos.