Compartilhar
Últimas guias

Está chegando o Prêmio CBLOL 2022, o maior evento de gala do cenário competitivo de League of Legends. Premiando os melhores jogadores em suas rotas, o Prêmio se tornou uma tradição altamente esperada. Depois de um tempo de espera, finalmente saíram os finalistas, de acordo com a votação do corpo de jurados. Conheça mais sobre o evento, os finalistas e informações extras.

O que é o Prêmio CBLOL?

O Prêmio CBLOL é o maior evento de premiação do cenário de League of Legends. Com a ideia de reunir os jogadores, após o ano competitivo, a Riot Games Brasil prepara um evento de gala, premiando os melhores jogadores de cada rota. Para escolher esses jogadores, são escolhidos jurados, para participarem de uma votação completa. Eles são jornalistas que acompanharam o CBLOL, jogadores, técnicos, personalidades do mundo do League of Legends e especialistas, escolhidos pela própria Riot Games.

As categorias da premiação são: Melhor Topo, Melhor Caçador, Melhor Meio, Melhor Atirador, Melhor Suporte, Melhor Técnico, Melhor Jogador do CBLOL, Melhor Jogador do Academy, Melhor Jogador Revelação, Melhor Jogada, Melhor Jogadora e Craque da Galera. Dentre todas essas categorias, apenas o Craque da Galera que é feito por votação popular, justificando o seu nome.  O evento leva em consideração alguns pré-requisitos, como a consideração da performance, analisando o 2º split e as regras para o Jogador Revelação.

Por fim, o evento busca algo além de premiar. Toda a festa é no intuito de unir a comunidade, para comemorar um novo ano. E esse ano, de 2022, tem detalhes especiais. Foi a volta dos campeonatos presenciais, com uma Grande Final que lotou o Ginásio Ibirapuera. Além disso, o cenário inteiro está passando por um período de especulações. Supostamente, de acordo com outras fontes, organizações como a Vivo Keyd Stars e Fluxo estariam entrando no CBLOL e podem fazer presença no evento.

Indicados ao Prêmio CBLOL 2022

Depois de semanas de votação e análises, o corpo de jurados chegou nos nomes finalistas, para cada uma das categorias ao Prêmio. Cada categoria possui três finalistas e o grande vencedor é revelado apenas no dia da premiação. Os nomes indicados, para cada uma delas, são os seguintes:

Melhor Jogadora

Flower (paiN Gaming) – Top laner da paiN Gaming e recente campeã do Ignis Cup, a jogadora possui muito mais do que habilidade. Seu modo de jogar foi crucial para que a sua equipe conseguisse performar bem no campeonato. Durante todo o Ignis Cup, a jogadora veio coletando MVP’s e na Grande Final não foi diferente. Com um estilo de jogo independente e poderoso, ela é um dos nomes favoritos a brilhar no evento

Miyahara (Raizen) – A top laner da Raizen ficou conhecida por apresentar campeões que fugiam do meta padrão. Cada escolha mostrava uma versatilidade muito grande, chegando a ter a sua escolha característica banida, a Riven. Além disso, não é apenas de campeões lutadores que a Miyahara viveu, durante o Ignis Cup, os tanques apareceram bastante, impactando imensamente as suas partidas.

Stasia (Raizen) – A mid laner da Raizen é a pedra fundamental da equipe. Com uma liderança ímpar, a jogadora conseguiu impor o seu estilo dentro de jogo, demonstrando uma sabedoria muito grande. Mesmo sem o título, a sua performance, durante a Grande Final, foi algo forte.

Melhor Jogador do Academy

accez (paiN Gaming) – O dono da jungle do CBLOL Academy em 2022, accez disputou as três últimas finais da competição e finalmente lavou a alma ao conquistar o título da Segunda Etapa deste ano. Foram 54 jogos e 39 vitórias no ano, com direito à campanha histórica na Fase de Pontos, com retrospecto 16-2. O mais impressionante de tudo ainda foi a variedade de campeões que o Caçador utilizou ao longo do ano, com maior destaque para o Trundle, mas, durante os playoffs, o jogador fez  uma escolha diferente em cada das partidas.

Juliera (paiN Gaming) – Outro triplo finalista do CBLOL Academy, Juliera se colocou entre os principais Atiradores da competição logo de cara, mostrando muita agressividade e ao mesmo tempo excelente posicionamento para ser impactante nas lutas. As estatísticas falam por si, com 621 de Dano por Minuto ao longo do ano e mais de 70% de participação nos abates da equipe. Em um meta baseado na força dos ADCs, ele foi o cara da paiN.

ProDelta (paiN Gaming) – Por fim, temos outro jogador com uma marca impressionante. ProDelta participou de todas as quatro finais do CBLOL Academy até aqui – e finalmente levantou a taça na Segunda Etapa de 2022. Com uma champion pool extremamente flexível, o Suporte mostrou que pode jogar de maguinho, tanque iniciador ou qualquer coisa que o seu time precisar (como um Ornn, lá no começo da Segunda Etapa). A dupla com Juliera funcionou e eles conseguiram aplicar uma agressividade gigante já na fase de rotas em quase todas as partidas. E muito por mérito de ProDelta, que era o responsável pelas iniciações e por manter o Atirador seguro.

Melhor Topo

fNb (FURIA) – Com um dos Pentakill mais memoráveis da história do CBLOL, peitando os cinco adversários de Olaf, fNb teve uma temporada incrível e recheada de números impressionantes. Na Segunda Etapa, a FURIA se classificou em primeiro lugar da Fase de Pontos, com 15 vitórias e apenas três derrotas, vendo o Topo constantemente se destacar com performances dominantes em cima dos adversários. Não é à toa que ele foi o jogador com mais MVPs ao longo do Split ao lado de Anyyy e Hauz, todos com seis honrarias.

Robo (LOUD) – Na mais nova mentalidade “Quack Quack”, Robo continua sendo aquele jogador que não importa o que acontece na fase de rotas, mesmo saindo em desvantagem ele sempre vai encontrar alguma jogada para mudar o rumo da partida. Neste ano, ele foi um dos elos de segurança para a LOUD se classificar aos playoffs, até que na Fase Eliminatória performances marcantes contra Guigo, fNb e Wizer mostraram porque Robo vem se tornando um dos grandes nomes da história do League of Legends no Brasil, com a conquista do seu quarto título.

Wizer (paiN Gaming) – Dono de uma fase de rotas e champion pool invejáveis, Wizer se mantém entre os melhores topos do cenário desde que começou a jogar no Brasil. Em 2022, o jogador foi um dos responsáveis por classificar a paiN Gaming para a Grande Final da Segunda Etapa. O que acabou dando uma tranquilidade maior para a dupla da rota inferior também. Basta somar isso com as jogadas plásticas, como o Pentakill na Final da Chave Superior contra a LOUD, e temos um dos principais jogadores do ano.

Melhor Caçador

CarioK (paiN Gaming) – Há quem diga que uma vitória da paiN Gaming passa completamente pelas mãos de CarioK e depende de um bom começo de jogo por parte do jungler. É fato que o estilo agressivo dele ajudou a equipe a se tornar cada vez mais competitiva ao longo dos anos. Até por isso ele, ao lado da paiN, disputou quatro das últimas cinco finais de CBLOL. Mesmo com duas finais em 2022, CarioK não conseguiu conquistar outro título, mas a consistência em sua carreira mostra que uma nova conquista é apenas uma questão de tempo.

Croc (LOUD) – Croc está há relativamente pouco tempo no Brasil, mas já se consolidou como um dos principais junglers do CBLOL com duas finais disputadas em três Etapas, além do título com a LOUD neste ano. Mais tímido no começo, o jogador foi se soltando em 2022 tanto dentro como fora do servidor. Passando a protagonizar semana após semana novas jogadas seguidas por frases icônicas em português. Como esquecer do “Parabéns, rapaziada, tão jogando bem”? Mais importante do que isso, ele foi dominante nos playoffs e ainda mais na decisão, contra a paiN, anulando um acelerado CarioK e deixando a equipe adversária com poucas opções de resposta dentro da série.

Goot (FURIA) – Goot desbancou Ranger dentro da própria FURIA e despontou como um dos principais junglers do CBLOL de maneira meteórica. Foram sete jogos e sete vitórias de Viego na Fase de Pontos, mostrando domínio de um dos principais campeões do meta. Mas não se engane com a sua champion pool, já que em pouco tempo ele mostrou o quão impactante pode ser com qualquer outro campeão, como por exemplo o Lee Sin, também com 100% de taxa de vitórias na primeira fase.

Melhor Meio

Grevthar (RED Canids) – Um dos responsáveis por alavancar a RED Canids ao patamar de bicampeã do CBLOL, Grevthar teve mais um ano fantástico dentro da competição. Antes criticado por ajudar até demais os seus companheiros em detrimento do seu próprio jogo, o que vimos em 2022 foi um jogador mais consciente e capaz de se manter em equilíbrio com relação ao midlaner adversário ao mesmo tempo em que potencializa Aegis dentro do jogo. Não é atoa que a RED conquistou o título da Primeira Etapa e fez uma ótima campanha na Segunda.

Hauz (KaBuM!) – Talvez o grande nome da posição na Fase de Pontos, Hauz cansou de colecionar MVPs ao longo do ano. Na Segunda Etapa, por exemplo, foram seis, compartilhando a liderança ao lado de Anyyy e fNb. Foi o ano de Hauz se consolidar de vez na rota do meio e se mostrar como uma opção viável para ser um dos principais carregadores de qualquer equipe. No desfecho da temporada, pode ter faltado uma campanha mais duradoura nos playoffs para ele confirmar o grande ano, já que a KaBuM! foi eliminada ainda cedo nas duas Etapas, mesmo com toda a expectativa.

Tinowns (LOUD) – Dono de uma das grandes histórias da temporada, Tinowns começou o ano tendo que se reinventar com a transferência para a LOUD, ao lado de Robo. Na nova equipe, o midlaner voltou a viver um dos seus melhores momentos dentro do CBLOL e fez valer a aposta, com o título da Segunda Etapa, além da coroação como o MVP da final. Atuando há 10 anos no cenário brasileiro de League of Legends, Tinowns é um dos jogadores mais antigos ainda em atividade, tendo estreado em 2013, e atingiu um de seus maiores auges agora, mostrando um nível sem igual.

Melhor Atirador

Brance (LOUD) – A maior revelação do ano de 2022, Diego “Brance” foi um dos jogadores que mais se provou durante a sua jornada no CBLOL. O nome surgiu como dúvida em meio a pedidos de outras contratações, mas a LOUD confiou na base e deu uma chance ao novato. Foi a melhor decisão possível. Mesmo com pouca idade, Brance mostrou-se um jogador extremamente competente. Versátil, usou e abusou dos maguinhos no bot, mas quando precisou bater no peito e jogar com ADs de fato, também foi extremamente bem sucedido. Isso sem lembrar do seu “Bot Gap” durante o Worlds 2022, que acabou consolidando o seu estilo para o mundo inteiro!

TitaN (RED Canids) – TitaN já escreveu seu nome no CBLOL como um dos melhores jogadores da história da liga. Extremamente talentoso mecanicamente, TitaN é o tipo de jogador que vai tentar fazer uma jogada mais arriscada na maioria das vezes. Ele sabe exatamente quão longe pode ir, e sabe quão grande a vantagem será, caso sua tentativa dê certo, por isso ele só vai. Mesmo que acabe abatido em alguns momentos, não são raras as ocasiões em que ele destrói as linhas inimigas (quase) por conta própria.

Trigo (paiN Gaming) – Trigo assumiu uma posição dificílima: ocupou a cadeira que pertencia a brTT, lendário não só na paiN Gaming, como no CBLOL e no Esport brasileiro de forma geral. Entenda o tamanho do desafio – os Tradicionais nunca foram campeões sem o Pai. Ele estava lá em todos os títulos. Apesar de não ter sido campeão, Trigo quebrou um tabu até então intacto, de que brTT era o único ADC que havia dado certo no time. Trigo conquistou a torcida e fez partidas excelentes, sendo um contestante sólido ao prêmio.

Melhor Suporte

Ceos (LOUD) – Ceos foi um monstro no early game da LOUD ao longo da Fase de Pontos. Ele foi simplesmente o Suporte que mais contribuiu com o First Blood, com 38% de participação no primeiro abate nos jogos da LOUD, e sendo vítima somente em 5% das vezes, um número baixíssimo, o menor entre os Suportes (empatado com RedBert). Foi versátil em suas escolhas, jogando de tanques iniciadores e de fadinhas, mas deve se destacar especialmente pelo seu Amumu. Suas jogadas, unidas com o seu companheiro Brance, ajudaram a equipe não só avançar no CBLOL, mas chegar até o tão almejado título.

JoJo (RED Canids) – Unindo ao estilo agressivo e acelerado da RED Canids, JoJo não deixava nada a desejar. Com uma tamanha flexibilidade, o jogador conseguia espalhar recursos onde quer que ele passasse. Além do seu estilo único e marcante, na Fase de Pontos, JoJo foi o segundo, de sua posição, que mais contribuiu nas lutas. E como não citar a sua Gata Mágica, que aterrorizou os seus inimigos, chegando a ficar com uma performance perfeita, de 2/0/20.

RedBert (FURIA) – RedBert foi o maestro das lutas da FURIA, sendo um dos Suportes com a maior participação em abates da Fase de Pontos do CBLOL. Sua flexibilidade sempre foi e ainda é um dos seus pontos mais fortes. Alistar, Braum, Lulu, Nami, Nautilus, Pyke, Rakan, Rell, Renata Glasc, Seraphine, Tahm Kench e, é claro, a “amada” Yuumi, foram as suas escolhas, ao longo das 30 partidas jogadas.

Melhor Técnico

Dionrray (paiN Gaming) – Mesclando entre o meme e as congratulações, o “Boa, Dionrray!” enchiam os jogos da paiN Gaming. Junto com Xero, Dionrray vem cumprindo um papel sólido à frente da equipe, chegando em mais uma Final na Segunda Etapa do CBLOL 2022. Mesmo sem o título, o técnico conseguiu alcançar uma performance que, até então, nunca havia sido conquistada.

Maestro (FURIA) – Já é consenso: Maestro é um dos técnicos mais bem conceituados do CBLOL. Responsável por dar sequência ao trabalho de Peter e liderar a INTZ durante anos, Lucas Pierre abraçou o projeto da FURIA e montou o dream team. Logo de cara, uma das decisões mais importantes e controversas: Ranger deu lugar a Goot. Em meio a uma enxurrada de críticas, confiou em seu trabalho e colheu os frutos. Com Goot sendo um dos principais jogadores do time e se destacando bastante no CBLOL, mesmo sendo um novato.

Von (LOUD) – Von precisou superar desafios junto à LOUD na Segunda Etapa do CBLOL. Quando o time parecia desandar, com Croc sob uma pressão imensa, a LOUD se manteve unida e se recuperou de forma incrível, emendando uma boa sequência de jogos para chegar aos playoffs, onde também mostrou um belo desempenho. A LOUD até caiu da Chave Superior, mas se reorganizou e chegou à Grande Final. Onde aplicou um 3×0 seco contra a paiN Gaming diante de um Ibirapuera lotado. Foi o segundo título de CBLOL de Von, o primeiro tendo sido com o Flamengo, em 2019.

Onde assistir o Prêmio CBLOL 2022?

O Prêmio CBLOL 2022 vai acontecer no dia 30 de Novembro. Os fãs poderão acompanhar nos canais oficiais da Riot Games e CBLOL, pela Twitch e Youtube. Lembrando que a transmissão tem início previsto às 21h e terá o seu funcionamento semelhante ao Oscar.