Compartilhar
Últimas guias

Um mês após ser reeleito como presidente da França, Emmanuel Macron recebe jogadores e personalidades do cenário francês, para anunciar seu desejo em sediar os maiores campeonatos de esports em seu país.

O presidente que já comentou sobre o assunto, pretende disponibilizar estádios para as competições virtuais, citando os principais eventos de esports. Veja a história completa abaixo.

presidente frança

O evento que ocorreu no Palácio do Eliseu, residência oficial da presidência, pode ser considerado como o pontapé inicial para o reconhecimento mundial do esporte virtual. O país que sediará as olimpíadas de 2024, ainda pensa em aproximar os esportes tradicionais aos eletrônicos, lembrando quando Usain Bolt se uniu a WYLDE Sports, neste mesmo ano.

Propostas Inovadoras

Mostrando interesse em ampliar o cenário de esports, Macron deseja sediar grandes eventos em seu país, citando o major de Counter-Strike, a Worlds de LoL, assim como o The Internacional de Dota 2. O país que já apresentou a fase de grupos do mundial de LoL em 2015, e a final do mesmo campeonato em 2019, promete disponibilizar estádios para a exibição dos eventos. Proposta essa, que poderia ser usada na IEM Major Rio.

De qualquer maneira, não é só essa novidade que aguarda o cenário francês. O chefe de estado prometeu auxiliar os jovens a terem disciplina, preparando uma verdadeira carreira nos jogos eletrônicos, que é necessário para chegar no mais alto nível. Além disso, Macron acredita com essas mudanças, pode tornar a França uma grande nação de esports.

Jogador expande

O jogador francês Sebastien ‘Ceb’ Debs, que foi convidado pelo presidente, falou um pouco sobre o começo de sua carreira:

Eu jogo um jogo que é internacionalmente conhecido. Mas, infelizmente, fui o único francês a jogar nesse nível por mais de 10 anos. Quando comecei, havia pouca atenção dada a esports aqui. Isso não me impediu de fazer isso. Acho que é uma grande prova de que o cenário francês têm muito a oferecer. É de muita qualidade. Há um enorme grupo de talentos aqui.

Propagando o cenário

Isso demonstra que apesar do talento individual de cada jogador, é importante o auxílio para alavancar a carreira, dando visibilidade para o player. O país que conta com diversos talentos mundiais, citando Mathieu “zywoo” Herbaut, “Usmakabyle” e o próprio bicampeão de Dota 2, Sebastien ‘Ceb’ Debs. Apresenta excelentes propostas para a disseminação de Esports no mundo.

É excelente ver essa decisão no mundo de esports, lembrando que neste site, serão postadas notícias de esports diariamente. Desejamos o melhor para a França, que seja um dos muitos países que abordem o tema.