Compartilhar
Últimas guias

Embora ainda exista uma grande discrepância entre o número de pro players homens e pro players mulheres, e principalmente no número de competições e premiações das duas categorias, as garotas ocupam um espaço cada vez maior no cenário competitivo dos esports.

Algumas delas já possuem um faturamento pessoal na casa dos milhões, ganhos com os grandes torneios, e títulos globais importantíssimos de games como o jogo Counter-Strike: Global Offensive, o jogo Rainbow Six, Hearthstone e outros.

Veja quem são as pro-players que mais se destacaram nos esports nos últimos tempos e, como era de se esperar, em nossa lista você encontra nomes brazucas, para a alegria de todos!

Sasha “Scarlett” Hostyn

A transgênero canadense é considerada a número 1 dos esports na categoria feminina, e já acumulou o equivalente a 2 milhões de reais em premiações no cenário dos esports. Sasha é atleta de StarCraft II e integra a equipe canadense Shopify Rebellion.

O nome de Scarlett foi parar no Guinness Book como a carreira mais lucrativa de uma jogadora feminina de um jogo de esports. O título mais recente de Scarlett é o Masters North America de 2021.

Xiaomeng “Liooon” Li

A chinesa, que já ganhou mais de 1 milhão de reais em sua carreira como pro-player, viu seu nome estampar os principais portais de notícias de esports após ser a primeira mulher a vencer o GrandMasters de Hearthstone, em 2019. Liooon também foi a primeira a ganhar um troféu da BlizzCon.

Katherine “Mystik” Gunn

Uma das pioneiras do cenário gamer feminino, Mystik foi vencedora da segunda temporada do WGC Ultimate Gamer, um reality onde 12 jogadores se enfrentavam em vários jogos competitivos. A californiana, que já foi jogadora profissional de Dead or Alive, atualmente é criadora de conteúdo para a Team Envy e streamer na Twitch.

Mystik acumula mais de meio milhão de reais em esports, e era a detentora do título de pro player que mais ganhou dinheiro antes de Sasha “Scarlett” Hostyn.

Rumay “Hafu” Wang

A norte-americana de Massachusetts já foi pro player de World of Warcraft e Hearthstone, e hoje é streamer em tempo integral. Em 2020 Hafu integrou a lista da Forbes dos 30 nomes de mais destaque gamer com menos de 30 anos (30 Under 30 in Gaming).  Seus ganhos totais ultrapassam o equivalente a 400 mil reais.

Gabriela “GaBi” Maldonado

A brasileira atleta de Counter-Strike: Global Offensive é integrante da equipe FURIA, tem apenas 23 anos e já foi três vezes vice-campeã mundial. GaBi já faturou quase 100 mil reais nos esports, ramo que se dedica desde 2016.

Entre seus títulos, encontramos torneios nacionais, internacionais e intercontinentais. GaBi possui passagem por grandes equipes como Vivo Keyd e paiN Gaming.

Nicolle Merhy “Cherrygumms”

Ex-atleta profissional do jogo Rainbow Six Siege, a brasileira conhecida como Cherrygumms está à frente de uma das maiores organizações de esports do país, a Black Dragons que, só em 2020, teve uma receita de 2,6 milhões de reais.

Cherrygumms é palestrante, influenciadora digital, e embaixadora de marcas poderosas como O Boticário, Nike e Acer. A garota também foi, por um bom tempo, a única latina nos campeonatos de Rainbow Six ao redor do mundo.

Leia também: melhores jogadores de CS:GO do Brasil.