Compartilhar
Últimas guias

Entre 2018 e 2019 o cenário competitivo de Dota 2 foi dominado por um time: OG. Nesses anos, a organização fundada por jogadores do extinto (monkey) Business conseguiu alcançar um feito até então inédito: vencer duas vezes seguidas o maior torneio profissional de Dota 2, o The International. Ocupando a função de mid laner nessas duas conquistas estava o finlândes Topias “Topson” Taavitsainen.

Até a sua entrada na OG, Topson era conhecido como um “pub star” e não tinha disputado nenhum torneio em lan. Suas escolhas de heróis para disputar a lane mais importante nos jogos de Dota 2 não eram convencionais. Mesmo assim, suas habilidades eram inegáveis e isso acabou chamando a atenção da equipe da OG que o contratou em 2018.

Topias “Topson” Taavitsainen, mid laner da equipe OG.

Após a sua contratação, a OG disputou o qualificatório para o The International em 2018 e um show match. As etapas classificatórias foram online. O show match foi ao vivo, mas não pode ser considerado um evento de tier-S. Ou seja, a primeira vez que Topson disputou uma partida competitiva em lan na sua carreira foi durante o maior evento de esports do mundo: o The International.

Essa “falta de experiência” não abalou a confiança do mid laner finlândes. A OG venceu o The International 8 e voltou no ano seguinte para conquistar o The International 9. Depois dessas vitórias, o time se separou e Topson, após entrar para a história do Dota 2 esports, passou a se dedicar a sua família. Depois da separação, a OG se reestruturou e venceu a ESL One Stockholm 2022.

Leia também: melhores sites de apostas em Dota2 no Brasil.

Após um período sabático, Topson reapareceu no cenário. Dessa vez, como streamer. O jogador faz transmissões quase diárias de partidas online. Recentemente, em uma dessas transmissões, Topson disse que está se preparando para voltar ao cenário competitivo e isso fez com que as especulações ao redor de um retorno da equipe vencedora de 2018-2019 ganhassem força.

Para dar um fim às especulações, também em uma transmissão recente, Topson afirmou que não existe a possibilidade de que o time que conquistou o The International duas vezes seguidas volte a se reunir. De acordo com ele, os jogadores que o acompanharam naquelas conquistas estão com outros planos e a reunião não acontecerá. Não obstante, Topson deixou claro que vai voltar ao cenário competitivo, mas não pela OG.