Publicidade
ad
Compartilhar
Últimos guias
Publicidade
ad

Depois de longos dias, com jogos complexos, a Vivo Keyd Stars conseguiu a sua classificação para a Grande Final do VCT BR 2023. Com uma vitória por 2-0, os Guerreiros mandaram a Matilha para casa, indo em busca da The Union, que se classificou pela Chave Superior. Confira como foi a partida:

Vivo Keyd x RED Canids – Emoção do início ao fim

Equipe da Vivo Keyd Stars, na preparação para o jogo contra a RED
Equipe da Vivo Keyd Stars, na preparação para o jogo contra a RED – Fonte: Divulgação/VALORANT Esports Brasil

O jogo entre as duas equipes estava sendo extremamente hypado. Os dois times estavam em situações diferentes. A RED Canids veio pela chave superior, conseguindo alguns dias de descanso. Por outro lado, a VKS está em jogo em todos os dias dos playoffs, deixando os jogadores cansados, mas extremamente ativos.

Com a vitória por 2-0, a VKS foi para a grande final, mas engana-se que foram partidas fáceis. Dois placares apertados, nos mapas da Split e Fracture, fez com que a série entregasse toda a emoção que os torcedores necessitavam.

Durante a Split, a VKS teve um ótimo começo de jogo. Com um bom ataque, a equipe conseguiu fazer quatro pontos seguidos. Depois, a RED conseguiu controlar a partida, fazendo alguns rounds. Dessa forma, a primeira metade terminou empatada.

Quando os lados trocaram, a VKS voltou a repetir o seu feito, com 4 pontos seguidos, logo no início. A RED até tentou buscar o jogo, mas a defesa da VKS foi muito mais forte. No fim, a VKS saiu vencedora, por um placar de 13-11.

No fim, chegou a vez da Fracture, o último mapa da série. Começando no lado defensivo, a RED demonstrou um começo diferente. Contudo, depois de fazer três pontos, a VKS começou a sua onda de ataques decisivos. Foram 9 pontos conquistados, sem parar, finalizando a primeira metade por 9-3.

Na virada de lados, mesmo no lado desfavorável, a VKS precisava apenas fazer 4 pontos. De pouco em pouco, os Guerreiros foram conseguindo fazer os seus pontos, sem deixar o ritmo abaixar. Com isso, a Vivo Keyd Stars conseguiu fechar o mapa, por 13-10 e se classificou para a Grande Final dos playoffs do VCT BR 2023.

O MVP da série foi para o liazzi, que vem acumulando MVP’s jogo a jogo. As estatísticas do jogador foram bem interessantes, mostrando o seu enorme impacto no jogo. Observe só alguns números:

“Não mostramos tudo o que podemos fazer ainda”

pollo, jogador da VKS, durante o jogo contra a RED Canids
pollo, jogador da VKS, durante o jogo contra a RED Canids – Fonte: Divulgação/VALORANT Esports Brasil

Após o jogo, pollo, jogador da VKS foi para a coletiva, conversar sobre a partida e a jornada da Vivo Keyd Stars, ao longo do VCT BR. E foi exatamente sobre evolução, que a primeira pergunta foi formulada. A VKS teve uma jornada incrível, com jogos bem equilibrados e o pollo falou um pouco sobre o que ele vem notando da sua equipe.

“É bem nítido o quanto o nosso time evoluiu ao longo da competição. Acredito que, por sermos muito experientes, conseguimos ter uma certa vantagem nos playoffs. Com isso, fomos cruciais na hora de impor o nosso jogo, igual estávamos fazendo nos nossos treinos.”

Pollo ainda aproveitou o gancho e falou um pouco do confronto contra a The Union, na Grande Final. Lembrando que, no histórico das duas equipes, a The Union segue na frente, com duas vitórias por 2-1. Uma delas aconteceu na fase regular, bem no início do campeonato e outra já nos playoffs, na semifinal da chave superior.

“Nós estamos bastante ansiosos para esse confronto. A última derrota deixou um gosto amargo, fazendo com que a gente jogasse com ‘sangue nos olhos’. Nosso objetivo era chegar na final e com eles classificados na final, só deixou as coisas ainda mais emocionantes.”

Jogar desde o início do campeonato traz uma série de vantagens e desvantagens. Manter-se aquecido, se sentir confortável no campeonato, mira mais assertiva, mas também acaba entregando muitas estratégias ou surpresas.

“Nosso time está cheio de surpresas. Não posso ficar revelando os nossos segredos, mas pode-se esperar muita coisa. Não mostramos tudo o que podemos fazer ainda.”